A Psicologia das Cores na Hora de Vender a sua Casa

Julho 28, 2021
0 Comentários
Cores

A cor é um fator de elevada importância e que deverá ser tida em conta quando se pondera vender a casa. Todos nós sabemos que a primeira impressão pode fazer com que um potencial comprador se apaixone pelo imóvel numa primeira visita ou não. E muito desse primeiro impacto se dever à cor, isto porque as cores rapidamente chegam ao nosso subconsciente com a capacidade de gerar todo o tipo de emoções, sejam elas positivas ou negativas.

Então que Cores devemos usar?

O primeiro conselho passa por evitar pintar a casa segundo os nossos gostos pessoais. Na nossa experiência como mediadores muitas vezes ouvimos comentários negativos em relação às cores de um imóvel. Podemos achar que um azul penetrante fica bem na parede do quarto, mas nem todos vão ter a mesma opinião. E quanto mais forte a cor, maior a probabilidade de não agradar.

Quando se trata de atrair potenciais compradores, a psicologia da cor é muito clara: devemos sempre optar por cores neutras. E porquê? Porque são os que geram menos rejeição e porque depois é mais fácil para qualquer pessoa imaginar como pode decorar a casa à sua maneira, colocando elementos coloridos – desde mobiliário a têxteis.

Cores
O Branco reflete a luz aumentando a luminosidade

E qual é a melhor cor para vender a casa?

Sem sombra de dúvidas o branco, que à primeira vista pode parecer demasiado suave, mas tem uma enorme influência na decisão de compra. Enumeremos algumas vantagens:

  • Transmite limpeza e higiene.
  • Reflete a luz, o que aumenta a luminosidade do imóvel.
  • Engana a vista, o branco faz com que os espaços pareçam maiores e se estivermos a falar de casas pequenas fará toda a diferença.
  • Em termos de decoração é a cor que nos permite mais dar aso à nossa imaginação e inventar todo o tipo de estilos e decoração.

 Podemos fugir do branco?

Sim, desde que sejam sempre cores neutras e tons claros. Os cinzentos, por exemplo, acrescentam brilho, assim como um estilo sofisticado e combinam muito bem com outras cores. Serão uma boa opção para a sala de estar e para os corredores.

Já os tons de bege, marfim e marrom macio dão um toque de elegância e calor. São cores que transmitem calma e convidam a relaxar e que por isso são perfeitas para salas de estar, salas de reunião e, especialmente, para os quartos.

Pode sempre também combinar o branco com qualquer uma destas cores. O efeito de amplitude e luminosidade não se perderá e a casa oferecerá uma imagem mais sugestiva aos olhos dos potenciais compradores.

Cores
Os Cinzentos claros são uma boa opção para os halls de entrada e corredores

Mas tenho mesmo de evitar outras cores?

Não. As cores neutras são as recomendáveis, em alternativa, podes sempre optar por um branco com reflexos suaves de azul, que é uma cor relacionada com a confiança e tranquilidade; ou um verde muito claro, que convida à paz e à serenidade. Uma pequena nuance será suficiente para “quebrar” o branco, se o considerarmos demasiado suave.

O que se deve evitar a todo o custo são as cores demasiado escuras, porque são as que podem ter um impacto psicológico mais negativo. Além destas, também as cores demasiado brilhantes não são recomendadas.

Por fim, há que sublinhar que o objetivo é pintar a casa para agradar ao maior número de pessoas possível e que os seus gostos podem ser muito diferentes. E é por isso que é aconselhável esquecer a moda e optar pelo que funciona sempre: o básico.

Mais notícias do ramo imobiliário aqui!

Se quer vender o seu imóvel contate-nos! Terá uma equipa dedicada do princípio ao fim à venda do seu imóvel.

Fonte: Idealista

Deixe o seu comentário